AMD

AMD (Advanced Micro Devices) (ou em Tradução literal: Micro Dispositivos Avançados) é uma empresa fabricante de circuitos integrados, especialmente processadores. Seus produtos concorrem diretamente com os processadores fabricados pela Intel. Seu produto mais famoso na década de 1990 foi o processador Athlon, utilizado em computadores pessoais.

Mais conhecida por seus processadores x86 e x86-64; K5, K6-II, K6-III, Athlon, Duron, Sempron, Athlon 64 (arquitetura de 64 bits), Sempron 64 (também com arquitetura de 64 bits), Opteron (para servidores) e Turion 64 (para notebooks), a AMD também fabrica circuitos de uso mais geral, como os encontrados em uma calculadora e dispositivos eletrônicos. Alguns de seus circuitos são encontrados também entre os usados pela Apple em seus novos produtos, como o Mac mini.

Processador AMD 8080 de 1977

AMD começou a produzir circuitos lógicos em 1969, em 1975 ingressou no mercado de circuitos integrados para memórias RAM. Nesse mesmo ano também foi introduzido no mercado um microprocessador clone do Intel 8080, usando de engenharia reversa para tal. A AMD também produzia outros tipos de circuitos integrados para uso em minicomputadores de arquiteturas variadas.

Houve várias tentativas de diversificar seus produtos, atingindo áreas da arquitetura RISC (com o processador AMD 29K), dispositivos de áudio e vídeo e memórias flash. Nem todos esses ramos de produtos atingiram a rentabilidade esperada, portanto a AMD focou seus esforços nos mercados de processadores de arquitetura x86 e memórias flash, que eram respectivamente os mercados principal e secundário da Intel na época, colocando AMD e Intel em concorrência direta.

Em 2004 e 2005 a AMD foi pioneira ao lançar os primeiros processadores 64 bits do mercado.

Em 24 de Julho de 2006 a AMD compra a ATI Technologies, uma das maiores fabricantes mundiais de placas gráficas, num investimento calculado em 5400 milhões de dólares americanos. Esta quantia inclui 4200 milhões de dólares americanos, incluindo 2000 milhões conseguidos através um empréstimo, além de 56 milhões de ações da AMD.

A primeira tecnologia desenvolvida pela AMD foi o processador K5 (com K de Kryptonite) que foi lançado em 1995, concorrente direto do Pentium (Pentium 1 ou 586), lançado em 1993. A arquitetura do K5 era muito semelhante a do Cyrix 6×86 e Pentium Pro xx.

Em 1996 a AMD comprou a NexGen, empresa fundada por ex-engenheiros da Intel e que tinha direito de uso da tecnologia Nx da série x86 da Intel. A tecnologia adquirida por meio da NexGen possibilitou o desenvolvimento dos processadores K6, agora com unidade de ponto flutuante integrada, item que não fazia parte da geração K5. O K6, que já apresentava instruções compatíveis com MMX. Em sua segunda versão, o K6-2, o processador recebeu novas instruções multimédia desenvolvidas pela AMD, chamadas de (3DNow!). O K6-2 também recebeu um novo padrão de socket que aumentava de 66 para 100MHz o Clock externo possível ao processador.

A maior inovação da geração Athlon (K7) é a unidade de ponto flutuante, junto com a microarquitetura geral. Eles também examinaram a arquitetura interna do Intel P6 e otimizaram o projeto da Intel aumentando a sua performance. No final, a equipe da AMD conseguiu um processador com performance 35% maior que o Intel de mesmo clock. Essas características contribuiram para um aumento da participação de mercado da empresa.

A nova linha de processadores K7 (AthlonXP) contava com uma nova subarquitetura, denominada Palomino, a qual já dispunha de cache L2 dentro do chip e compatibilidade com as instruções multimidia SSE (desenvolvidas pela Intel), entre outras melhorias e correções. Causando um aumento de performance geral em 10%. O preço para esta conquista foi um aumento de temperatura do processador, a qual só era corrigida com coolers potentes (e que muitas das vezes custavam caro). Houve ainda mais uma subarquitetura, denominada Barton, com cache L2 de 512KB, o que manteve os Athlon competitivos no mercado de processadores de ponta.

O athlon foi desenvolvido no ano de 1999 à 2005.Ele possui uma frequencia de 500 Mhz à 2333Mhz. foi desenvolvido por uma combinação de engenheiros da AMD e da antiga DEC sendo uma junção de ambas as tecnologias. é um micro processador que codifica instruções x86 em seu tempo de execução.

Vista inferior de um Athlon XP 1800+ núcleo Palomino

Duron é o nome do processador compatível com x86 fabricado pela AMD. Foi lançado no dia 19 de junho de 2000 como uma alternativa de baixo custo ao próprio Athlon, assim como a “rival” Intel o faz com o processador Celeron. A linha Duron foi descontinuada em 2004.

Os processadores Semprons foram lançados com o objetivo de substituir a linha Duron (socket 462, popularmente conhecido como socket A). Uma vantagem do Sempron de Socket A sobre Duron é que o núcleo dele é de 130 nm (nanômetros) mesmo nas versões de baixo clock, ou seja, os transístores dele são menores dos que alguns Durons ( o Sempron foi baseado na linha Througbred B do Athlon XP) tinham nas versões menos potentes, que eram de 180 nm. Isso fazia o Sempron de Socket 462 ser mais eficiente e esquentar menos do que os Athlons XP e Durons de mesmo clock. Além dos Semprons socket 462/A, foram lançados também os Semprons Socket 754, que herdam a mesma arquitetura dos Athlons 64 (K8). O que diferencia o Athlon do Sempron, é apenas a velocidade (clock) e o tamanho da cache, que são maiores nos Athlons. No dia 23 de Maio de 2006 foram lançados os Semprons de socket AM2, que traziam como principal novidade, o suporte a segunda geração de memórias DDR, a DDR2. Este socket possui 940 pinos e transístores de 90 nm.

O Athlon XP, devido a um estratégia de marketing, usou um sistema chamado “PR rating”, que compara seu desempenho com o de um Athlon Thunderbird. Devido ao Athlon XP processar mais intruções por clock (IPC) que o Pentium 4 (e aproximadamente 10% mais que um Thunderbird), ele é mais eficiente; o processador apresenta o mesmo nível de performance a uma frequência significativamente menor. Também, ao contrário dos Athlons anteriores, este processador foi disponibilizado em uma forma que oficialmente suporta processamento dual, conhecido como Athlon MP.

Os AMD64 (K8) são uma evolução da arquitetura K7, onde a mudança mais perceptível é a inclusão de instruções 64 bits na “base x86” e a inclusão do controlador de memória RAM no próprio chip ao invés da controladora (ponte norte) da placa mãe, este um dos grandes responsáveis pelo grande ganho de desempenho de processamento no acesso à memória. Com isso a AMD gera seus próprios padrões de mercado, desenvolvendo e padronizando as instruções 64 bits (AMD64). O AMD Opteron é a versão para servidor do processador K8. Com isso o AMD Opteron compete atualmente com os Intel Xeon.

Há 5 famílias de processadores com tecnologia AMD64:

Athlon 64

É o processador básico desta arquitetura. Essa série existe em 3 soquetes, 754, 939 e AM2. O que os diferencia é a capacidade de acesso a RAM, o primeiro usa single-channel, já no 939 o acesso à memória é dual-channel (3.200mbits/s por canal) e nos AM2 o acesso é com tecnologia DDR2 dual-channel.

Athlon 64 X2

Essa família tem as mesmas características da anterior, mas cada processador possui dois núcleos (dual-core). Essa família foi lançada nas versões para soquete 939 e AM2.

Athlon 64 FX

Essa é a série extrema dos processadores AMD 64. Possui o multiplicador destravado, o que a torna ideal para overclock. Houve revisões e melhorias na arquitetura, o clock do sistema foi elevado e o cache interno (L2) é de 1 Megabyte por núcleo. Foram lançadas versões para soquete 940, 939, AM2, AM2+ e F.

Turion 64

Uma série de processadores com tecnologia AMD64, voltada para notebooks. Contendo um núcleo, estes processadores foram criados para concorrer diretamente com o Pentium DualCore, da rival Intel.

Turion 64 X2

Uma série de processadores com tecnologia AMD64 e com dois núcleos de processamento. Voltado para notebooks, foi lançado para concorrer com o Core 2 Duo da Intel. Possui ainda uma linha de extremo desempenho, chamado de Turion 64 X2 Ultra, que além de clocks mais altos possuia 2MB de cache L2 que possibilitava maior rapidez em tarefas diárias.

O Phenom (K10) é a nova série de processadores de alto desempenho da AMD. Atualmente se encontra no mercado processadores de 2, 3, 4 e 6 núcleos, conhecidos como Phenom X2, X3, X4 e X6 respectivamente. Diferente das outras linhas de chips, como o Athlon 64 e 64 X2, possui cache L3 de 2MB, 4MB ou 6MB. Teve sua plataforma e arquitetura drasticamente modificadas, e já possui sua versão FX, com multiplicador destravado, tendo uma versão desse processador para o soquete F+.

O Bulldozer Nova arquitetura de processadores a ser lançada em 2011 pela AMD. Deverá dissipar entre 10 e 100 Watts, ter um módulo com dois núcleos cada, cache L2 compartilhado entre os núcleos do mesmo módulo e cache L3 compartilhado entre todos os módulos. Cada módulo compartilhará alguns recursos, reduzindo custos e consumo de energia. Trará finalmente as instruções SSE4, AVX (o que seriam as instruções SSE5) e outras.

Arquitetura desenvolvida pela AMD:

Série Am2900 (1975)

  • Am2901 4-bit-slice ALU (1975)
  • Am2902 Look-Ahead Carry Generator
  • Am2903 4-bit-slice ALU, with hardware multiply
  • Am2904 Status and Shift Control Unit
  • Am2905 Bus Transceiver
  • Am2906 Bus Transceiver with Parity
  • Am2907 Bus Transceiver with Parity
  • Am2908 Bus Transceiver with Parity
  • Am2909 4-bit-slice address sequencer
  • Am2910 12-bit address sequencer
  • Am2911 4-bit-slice address sequencer
  • Am2912 Bus Transceiver
  • Am2913 Priority Interrupt Expander
  • Am2914 Priority Interrupt Controller

29000 (29K) (1987–95)

  • AMD 29000 (aka 29K) (1987)
  • AMD 29027FPU
  • AMD 29030
  • AMD 29050 com unidade de ponto flutuante (FPU) no mesmo chip (1990)
  • AMD 292xxembedded processor

Processadores com arquitetura x86:

2nd source (1979–91)

(second-sourced x86 processors produced under contract with Intel)

  • 8086
  • 8088
  • Am286 (2nd-sourced 80286, so not a proper Amx86 member)

Série Amx86 (1991–95)

  • Am386 (1991)
  • Am486 (1993)
  • Am5x86 (a 486-class µP) (1995)

Série K5 (1995)

  • AMD K5 (SSA5/5k86)

Série K6 (1997–2001)

  • AMD K6 (NX686/Little Foot) (1997)
  • AMD K6-2 (Chompers/CXT)
    • AMD K6-2-P (Mobile K6-2)
  • AMD K6-III (Sharptooth)
    • AMD K6-III-P
  • AMD K6-2+
  • AMD K6-III+

Série K7 (1999–2005)

  • Athlon (Slot A) (Argon,Pluto/Orion,Thunderbird) (1999)
  • Athlon (Socket A) (Thunderbird) (2000)
  • Duron (Spitfire,Morgan,Applebred) (2000)
  • Athlon MP (Palomino,Thoroughbred,Barton,Thorton) (2001)
  • Athlon 4 (Corvette/Mobile Palomino) (2001)
  • Athlon XP (Palomino,Thoroughbred (A/B),Barton,Thorton) (2001)
  • Mobile Athlon XP (Mobile Palomino) (2002)
  • Mobile Duron (Camaro/Mobile Morgan) (2002)
  • Sempron (Thorton,Barton) (2004)
  • Mobile Sempron
  • Gs@

Série K8 (2003–)

Families: Opteron, Athlon 64, Sempron, Turion 64, Athlon 64 X2, Turion 64 X2

  • Opteron (SledgeHammer) (2003)
  • Athlon 64 FX (SledgeHammer) (2003)
  • Athlon 64 (ClawHammer/Newcastle) (2003)
  • Mobile Athlon 64 (Newcastle) (2004)
  • Athlon XP-M (Dublin) (2004) Note: AMD64 disabled
  • Sempron (Paris) (2004) Note: AMD64 disabled
  • Athlon 64 (Winchester) (2004)
  • Turion 64 (Lancaster) (2005)
  • Athlon 64 FX (San Diego) (1st half 2005)
  • Athlon 64 (San Diego/Venice) (1st half 2005)
  • Sempron (Palermo) (1st half 2005)
  • Athlon 64 X2 (Manchester) (1st half 2005)
  • Athlon 64 X2 (Toledo) (1st half 2005)
  • Athlon 64 FX (Toledo) (2nd half 2005)
  • Turion 64 X2 (Taylor) (1st half 2006)
  • Turion 64 (Richmond) (1st half 2006)
  • Mobile Sempron (Keene) (1st half 2006)
  • Athlon 64 X2 (Windsor) (1st half 2006)
  • Athlon 64 FX (Windosr) (1st half 2006)
  • Athlon 64 (Orleans) (2nd half 2006)
  • Sempron (Manila) (1ª metade de 2006)
  • Opteron (Santa Clara)
  • Opteron (Santa Ana)

Série K9

Athlon 64 X2 4400+ Dual Core Processor (Toledo)

Athlon 64 X2 4800+ Dual Core Processor (Toledo)

Athlon 64 X2 5200+ Dual Core Processor (Toledo)

Athlon 64 X2 5600+ Dual Core Processor (Toledo)

Athlon 64 X2 6000+ Dual Core Processor (Toledo)

Série K10

Chegada da nova série AMD Phenom, junto com o novo Athlon X2(o prefixo 64 foi retirado)

  • Phenom FX (Agena FX)
  • Phenom X4 (Agena)
  • Phenom X2 (Kuma)
  • Athlon X2 (Rana)
  • Opteron (Barcelona)
  • Sempron (Spica)
  • Sempron (Sparta)

Os sucessores destes processadores, produzidos sobre o Silicon on Insulator de 45nm da IBM (apenas os núcleos):

  • Shangai (Sucessor do Barcelona)
  • Deneb FX (Sucessor do Agena FX)
  • Montreal (Não possui antecessor)
  • Propus (Sucessor do Kuma)
  • Regor (Sucessor do Rana)
  • Sargas (Sucessor do Spica)

Fonte: Internet

2011 02 09

Anúncios