Essenciais para Linux

Para os usuários do Linux

Utilitários:

Gparted 0.6.3-3 para Linux – Gratuito – 116,00mb – Linux X11 – Crie, modifique e exclua partições com esta ótima ferramenta – é um editor do Gnome usado para manipular as partições do seu Hard Disk de maneira fácil e rápida. Com ele você pode criar, destruir, redimensionar, mover, copiar, espelhar, reorganizar o espaço utilizado e ainda liberar espaço para novos Sistemas Operacionais. – desenvolvido em C++ e usa uma GUI (interface gráfica) bastante simples de ser compreendida e manipulada – A instalação do Gparted pode ser feita de maneira muito simples e rápida se você utilizar o Ubuntu ou alguma distribuição derivada. Basta baixar o arquivo .DEB do nosso site e instalá-lo, clicando duas vezes sobre ele. – Para as demais distribuições é necessário compilar o código fonte. Para isso, descompacte o arquivo .TAR.BZ2 em uma pasta de sua preferência, acesse a pasta através de um terminal e utilize os comandos: $ ./configure  -> $ make -> $ sudo make install – Caso seja necessária a instalação de alguma dependência e você possuir o programa APT, utilize o comando: $ sudo apt-get install nome_da_dependência.

Adobe Flash Player 10.2.161.23 Preview 2 para Linux – Gratuito – 4,16mb – Linux X11 – O melhor plugin para animações, vídeos e jogos online em versão para Linux – possibilita a visualização de animações produzidas em Flash como banners, animações, jogos, vídeos etc.  – inclui o ActionScript 3.0, uma atualização significante na estrutura de scripting do executável que providencia uma sintaxe familiar e novos recursos. Com isso, há um leque de possibilidades para aplicativos em Flash, com um controle maior e mais preciso sobre o conteúdo.

______

Sistemas e Ferramentas:

VirtualBox 3.2.6.63112 para Linux – Gratuito – 45,70mb – Linux X11/KDE/Gnome – Instalar e usar um sistema operacional dentro de outro nunca foi tão fácil como no VirtualBox – Para o Ubuntu, basta clicar no ícone de download nesta página e instalar o aplicativo com um duplo-clique. Para as outras distribuições, existem diversos pacotes disponíveis na página oficial do desenvolvedor, clicando aqui.

Wine 1.3.3 para Linux – Gratuito – 17,20mb – Linux X11 – Rode os programas do sistema Windows dentro do Linux, com praticidade e eficiência – funciona como uma camada (semelhante a um emulador) que expõe uma API (Interface de programação de aplicativos) compatível com a do Windows e, ao serem executadas as diferentes funções (para que os programas sejam corretamentes interpretados pelo sistema operacional), o Wine irá traduzi-las para rotinas em UNIX cujo resultado seja idêntico ao obtido no Microsoft Windows. –  Ele funciona muito bem em qualquer distribuição. O Wine roda geralmente melhor no Gentoo (http://www.gentoo.org/) porque ele é desenvolvido nesse sistema. – A instalação é bem fácil, basta clicar duas vezes no pacote .DEB baixado ou então convertê-lo para um formato compatível com sua distribuição Linux com o Alien. – Outra opção é instalar o software a partir de seu código-fonte. Para este procedimento, dê um duplo-clique no arquivo .TAR.BZ2 e descompacte-o em uma pasta de sua preferência. Através de um terminal, acesse a pasta onde o conteúdo do arquivo foi descompactado e, com os seguintes comandos, entre na pasta “tools” e instale o programa: $ cd tools -> $ ./wineinstall

______

Editosres de Texto:

BrOffice 3.2.0 para Linux – Gratuito – 139,00mb – Linux X11 – Produza textos, planilhas e apresentações através desta versão brasileira do OpenOffice –  oferece ao usuário todos os aplicativos necessários para o desenvolvimento de trabalhos em um escritório. O pacote atende necessidades desde estudantes que precisam fazer tarefas escolares até trabalhos mais profissionais que precisam ser desenvolvidos com maior acuidade. – Para instalar o BrOffice em distribuições que suportam pacotes .DEB, baixe o arquivo .DEB.TAR.GZ e descompacte-o em uma pasta de sua preferência. Através de um terminal, acesse a pasta onde os arquivos foram descompactados, entre no diretório chamado “DEBS” e instale todos os arquivos: $ cd DEBS -> $ sudo dpkg -i *deb – Agora entre na pasta “desktop-integration” e instale o pacote nele contido: $ sudo dpkg -i broffice.org-debian-menus_2.3-9238_all.deb – A instalação para pacotes .RPM é feita através do mesmo processo, apenas substituindo o diretório “DEBS” por “RPMS” e o comando “dpkg -i” por “rpm -Uvh”.

______

Mensageiros:

– aMSN 0.98.3 para Linux – Gratuito – 13,31mb –  Linux X11 – Um dos principais clientes Linux para a Windows Live permite que você se comunique como sempre fez em outras plataformas –  um cliente capaz de acessar a MSN Live e aproveitar todas as suas possibilidades é necessário, e o aMSN é uma das opções existentes na Central de Software do Ubuntu.

______

Gravação de CD/DVD:

K3b 2.0.1 para Linux – Gratuito – 11,70mb – Linux X11 – Ferramenta simples e completa para gravação de CD/DVD no Linux – Com o K3b fica rápido e fácil fazer backups de seus arquivos de maneira simples e segura. Já vem integrado às versões mais novas do KDE e é facilmente instalado em outras interfaces. – No sistema operacional Linux, para instalar programas ou editar arquivos e pastas de sistema necessitamos de permissões especiais de usuário. Isso significa que você precisa ter a senha do administrador (root) ou ter permissão para administrar o sistema. Ao utilizar comandos que necessitam de autorização do administrador, devemos acrescentar um comando que mostre ao sistema que temos tais permissões. Para isto, utilizamos o “sudo” antes do comando desejado.

______

Reprodutor de musicas e videos e Codecs:

VLC Media Player 1.1.0 para Linux – Gratuito – 22,80mb – Linux X11 – Player de multimídia altamente portátil para vários formatos de áudio e vídeo – lê diversos formatos de áudio e vídeo (MPEG4, MPEG2, MPEG1, DivX, MP3, OGG, etc.), assim como DVDs, VCDs e vários protocolos de transmissão (streaming). Também tem a opção de ser usado como servidor para vídeos.

W32Codecs 20071007 para Linux – Gratuito – 10,01mb – Linux X11/KDE/Gnome – pacote de codecs indispensável para quem deseja rodar os principais formatos de vídeo – vários codecs necessários para rodar os formatos de vídeo mais utilizados na atualidade. Com este pacote de codecs você fará com que seu sistema operacional rode os formatos  RMVB, AVI, XviD, WMV, MPEG, MOV, dentre outros, sem a necessidade de instalar vários players adicionais – Clique no arquivo com o botão direito e em seguida vá em “Extrair aqui”.- Abra a Consola indo em Aplicativos > Acessórios > Consola. – Digite o seguinte comando: “sudo mkdir /usr/lib/w32codecs”. A Consola pedirá sua senha, digite-a.  Esse comando criará a pasta w32codecs na pasta “/usr/lib”. – Entre na pasta gerada com a extração do arquivo. (ex: cd /home/baixaki/Desktop/essential-20071007 ) – Copie os arquivo localizados dentro da pasta para a pasta que criamos anteriormente. Faça isso digitando “sudo cp * /usr/lib/w32codecs” – Recomenda-se também a instalação do Mplayer. Para isso digite “sudo apt-get install mplayer”.

RealPlayer 11 para Linux – Gratuito – 7,85MB – Linux X11 – Reproduza os formatos de vídeo mais utlizados atualmente através deste player – ainda existem problemas em relação a formatos conhecidos, como o .MOV e o .WMV – Usuários da distribuição Ubuntu, Debian ou demais variações que possuam o pacote GDebi podem baixar o pacote DEB, o qual possui instalação automática. Clique aqui para fazer o download do pacote. Caso sua distribuição suporte pacotes RPM, você pode baixar o RPM – Usuários de outras distribuições devem seguir o seguinte procedimento: O primeiro passo é fazer o download do arquivo executável. Em seguida, habilite a opção de execução do arquivo, com o seguinte comando: $ chmod u+x RealPlayer11GOLD.bin – Após a etapa acima, execute o seguinte comando para iniciar a instalação: $ sudo ./RealPlayer11GOLD.bin – gora, o programa mostrará um aviso que a instalação está sendo iniciada. Pressione a tecla Enter para continuar. – Neste ponto da instalação, será solicitado o caminho completo onde o RealPlayer será instalado. Recomendamos que o diretório padrão de executáveis do sistema seja escolhido. Na maioria das distribuições Linux é o seguinte local: /usr/bin/ . – O próximo passo é confirmar as opções escolhidas até agora. Digite “ F “ para confirmar e continuar a instalação, ou “ P “ para voltar um passo atrás. – Agora, o instalador irá perguntar se poderá criar um link simbólico. Digite “  Y  ” para confirmar e logo em seguida aperte a tecla Enter. – Logo após a execução dos passos descritos acima, RealPlayer estará instalado com sucesso no sistema!