Arquivo

Archive for the ‘Noticias’ Category

Wi-Fi com raios T mais próximo da realidade

Pesquisadores japoneses bateram o recorde de transmissão de dados sem fios na faixa dos terahertz, uma parte ainda inexplorada do espectro eletromagnético.

A taxa de dados alcançada é 20 vezes maior do que o melhor padrão wi-fi.

A banda dos raios T fica entre as micro-ondas e o infravermelho distante – 1 THz equivale a 1.000 GHz.

Os raios T, ou radiação terahertz, vêm sendo considerados como altamente promissores para o uso biomédico, eventualmente substituindo os raios X – apesar do nome “radiação terahertz”, trata-se de uma radiação não-ionizante.

Em 2007, pesquisadores demonstraram pela primeira vez que os raios T poderiam ser usados também para a transmissão digital de dados.

Desde então tem havido uma procura frenética pelo desenvolvimento de geradores de radiação terahertz e de antenas capazes de captá-la.

Por enquanto, os trabalhos na transmissão de dados na faixa dos terahertz têm adotado uma especificação mais folgada, que vai dos 300 GHz até os 3 THz. Nenhuma agência de telecomunicação até agora regulamentou a faixa dos THz.

Apesar de teoricamente suportar taxas de transferência de dados de até 100 Gb/s – 15 vezes mais do que o wi-fi de próxima geração, que ainda está em fase de especificação – o “wi-fi terahertz” provavelmente terá um alcance mais limitado, por volta dos 10 metros.

Neste trabalho mais recente, os pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Tóquio demonstraram uma taxa de transmissão de 3 Gb/s a 542 GHz.

Ou seja, eles estão a meio-caminho dos raios T – o que é muito, considerando-se que é uma tecnologia com poucos anos de desenvolvimento.

O experimento foi possível graças a um componente de 1 milímetro quadrado, chamado um diodo de tunelamento ressonante, ou RTD (Resonant Tunnelling Diode).

Diodos-túnel têm a característica incomum de que a tensão que produzem pode algumas vezes diminuir quando a corrente aumenta.

Eles são projetados de tal forma que este processo faz com que o diodo entre em ressonância, emitindo ondas de frequência muito alta – teoricamente, de vários terahertz.

Os pesquisadores japoneses afirmam que o próximo passo da pesquisa é justamente aproximar a prática dessa teoria, entrando finalmente no regime efetivo dos terahertz.

Antes de qualquer uso prático, será necessário também aumentar a potência do componente.

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=wi-fi-raios-t&id=010150120518

2012 06 02

Anúncios

Lançada a versão 2.0 do Equinox Desktop Environment (EDE)

O EDE usa o Fast Light Toolkit (FLTK) para implementar uma shell de área de trabalho que pode ser executada em Linux, BSD, Solaris, Minix e até mesmo em dispositivos Zaurus e no Xbox.

Também está complemtamente de acordo com os padrões da freedesktop.org e pode carregar menus de sistemas, ícones e  conjuntos temáticos de ícones de outros ambientes de trabalho e toolkits.

EDE pode ser compilado pela maioria dos compiladores C, exigindo apenas o pkg-config, FLTK, DBus, autoconf e automake como dependências. Instruções detalhadas de instalação estão disponíveis no site do projeto.

O EDE está disponível na página do projeto, hospedada na Sourceforge, seu código-fonte está licenciado sob as licençasGPLv2 e LGPLv2.

Mais em: http://equinox-project.org/wiki/Download

fonte: http://www.linuxmagazine.com.br/lm/noticia/um_ambiente_de_trabalho_minimo_com_o_ede_20

2012 06 02

Release Preview do Windows 8

Já está disponível a versão de testes do Windows 8.

Está sendo oferecida um executável que se encarrega de baixar os componentes do sistema e gerar um DVD ou pendrive de boot, e poderá ser baixada em: http://windows.microsoft.com/en-US/windows-8/release-preview

Ou, caso seja mais interessante a aquisição de uma imagem ISO, o download poderá ser efetuado em: http://windows.microsoft.com/en-US/windows-8/iso.

Fonte: internet

2012 06 02

TeamViewer disponível para Linux

Sistema de acesso e manutenção remotos, anteriormente apenas disponível para Windows© e MacOS X, tem versão gratuita para Linux para uso não-comercial.

Segundo informações do fabricante, o TeamViewer já dispõe de uma base instalada de 60 milhões de usuários domésticos, que usam o sistema no Windows e no MacOS X. Usuários de Linux poderão agora ingressar nesse grupo de privilegiados, e acessar remotamente seus sistemas para manutenção, monitoramento, ensino à distância etc.

A criação de uma versão para Linux, ainda segundo declarações do fabricante, deveu-se a uma grande demanda pela solução para a plataforma Linux. Assim, a partir da versão 5, o programa está disponível para download, permitindo um acesso remoto simples a outros computadores conectados à rede. A única premissa para isso é a disponibilidade do Teamviewer em ambos os computadores a serem conectados — só há uma versão do programa, que reúne todos os recursos necessários (não há uma versão para servidor e outra para o cliente).

O sistema que deseja iniciar a conexão fornece uma identificação única (ID) e uma senha — que pode ser configurada para permanecer a mesma, mas que normalmente é gerada a cada nova chamada do programa. Através de um dos diversos servidores de autenticação disponíveis pelo mundo via Internet, que inicia uma conexão UDP criptografada com chave de 256 bits entre as duas máquinas, é possível realizar o acesso remoto sem port forwarding e mesmo através de firewalls e roteadores. Apenas quando um servidor proxy ou um firewall equipado com filtro de conteúdo tornam a conexão impossível, a comunicação ocorre através de um servidor TeamViewer. Digna de nota é a velocidade da conexão, mesmo que seja via modem. Na versão 5, o fabricante tornou a compressão ainda mais eficiente, de modo que uma quantidade mínima de dados trafega através da conexão.

Como o fabricante fornece versões do software também para Windows e MacOS X, é possível também acessar esses sistemas remotamente a partir da máquina Linux — ou essa máquina ser acessada por eles. Caso desejado, o sistema pode gravar as atividades executadas no sistema remoto via screencast. Após cadastro na página do fabricante, está disponível também aos interessados o acesso remoto via navegador — há inclusive um aplicativo para acesso através do iPhone.

Fonte: http://www.linuxmagazine.com.br/lm/noticia/teamviewer_disponivel_para_linuxhttp://www.teamviewer.com/pt/index.aspxhttp://www.teamviewer.com/pt/download/index.aspx

2012 05 10

“c’t”: publicação Européia Agora no Braqsil

A editora Linux New Media do Brasil está trazendo para o mercado brasileiro toda a tradição e qualidade da melhor revista de tecnologia da Europa. A c’t é uma publicação de tecnologia criada na Alemanha em 1983, sendo uma das revistas do gênero mais lidas em seu segmento em toda a Europa e a fonte de informação mais respeitada por profissionais de TI e usuários avançados naquele continente.

Artigos sobre tecnologias multiplataforma e independentes de fornecedores, tais como redes, telecomunicações, sistemas operacionais e hardware, a revista aborda todos os assuntos relativos ao uso moderno da computação, até mesmo em redes de áudio e vídeo e para automação doméstica. Seja e-mail ou web design, computação móvel ou redes WiFi, a c’t traz todas as novidades mais atuais para o leitor. Seja smartphone ou tablet, a c’t também monitora, comenta e analisa os mais recentes avanços no uso de tecnologia.

Capa c't

Em sua primeira edição a revista vai analisar com profundidade um tema que certamente gera debates inflamados, a eterna guerra iPhone contra o Android. Na revista você verá avaliações sobre as novas tecnologias trazidas pelos mais modernos aparelhos de cada segmento do mercado, e também um tour pelas versões mais modernas dos sistemas operacionais. Cada plataforma também receberá atenção devida com o melhor que eles podem oferecer em aplicativos para produtividade e entretenimento.

Fonte: http://linuxnewmedia.com.br/lm/noticia/chega_ao_brasil_a_melhor_revista_de_tecnologia

2012 05 10

Revista Espírito Livre – Edição nº 34 – Muito Boa

Astrônomos flagram quatro fins do mundo

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/imagens/020130120505-ana-branca-devora-planeta.jpg

Astrônomos flagraram quatro estrelas anãs brancas destruindo seus próprios planetas.

O fenômeno pode ser um exemplo do que acontecerá com o nosso Sistema Solar.

Conforme estrelas como o nosso Sol se aproximam do final de suas vidas, elas se tornam gigantes vermelhas, expandindo-se para muito além de suas dimensões usuais.

Embora ainda não esteja claro se nosso futuro “Sol Vermelho” será capaz de engolir a Terra, é certo que isso acontecerá com Vênus e Mercúrio.

Pode ser que a Terra saia “ilesa”, apenas com sua superfície totalmente tostada – sem vida e sem água, certamente.

Esta é a primeira vez que proporções tão baixas de carbono foram detectadas nas atmosferas de anãs brancas poluídas por detritos.

Isto é um indício muito claro de que essas estrelas tinham pelo menos um exoplaneta rochoso, destruído por elas próprias.

Ou seja, o que os astrofísicos encontraram são os restos do fim de pelo menos quatro mundos.

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=astronomos-flagram-quatro-fins-mundo&id=020130120505&ebol=sim

2012 05 08